Economic evaluation of the seabob shrimp, Xiphopenaeus kroyeri (HELLER, 1862), fisheries in Caravelas - BA, Brazil

  • Daniel Fadigas VIANA University of California, Bren School of Environmental Science and Management
  • Eduardo CAMARGO Conservação Internacional, Programa Marinho
  • Guilherme Fraga DUTRA Conservação Internacional, Programa Marinho

Abstract

O presente estudo teve como objetivo caracterizar aspectos do manejo e do retorno econômico da pesca do camarão sete-barbas no município de Caravelas, Bahia. Foram analisados dados do monitoramento de desembarques pesqueiros realizados entre outubro de 2010 e novembro de 2011. Foi constatado aumento do número de embarcações que atuaram na pesca de arrasto no período subsequente à época de defeso, gerando aumento da captura total do camarão. Como consequência da grande oferta, o preço pago pelo camarão para os pescadores sofreu queda de 35% comparado ao do período anterior ao defeso, gerando ineficiência econômica para a comunidade. Foi constatado aumento da captura-por-unidade-de-esforço (CPUE) no período subsequente à época de defeso, assim como custo menor para captura do camarão, o que incentivou a pesca, apesar do preço reduzido.

References

COUTO, E.D.C.G.; GUIMARÃES, F.J.; OLIVEIRA, C.; VASQUES, R.; LOPES, J. 2013 Camarão setebarbas na Bahia: aspectos da sua pesca e biologia. Boletim do Instituto de Pesca, 39(3): 263-282.

DEACON, R.T. 2012 Fishery management by harvester cooperatives. Review of Environmental
Economics and Policy, 6(2): 258-277.

DUTRA, G.F.; ALLEN, G.R.; WERNER, T.;MCKENNA, S.A. 2006 A rapid marinebiodiversity assessment of the Abrolhos Bank, Bahia, Brazil. RAP Bulletin of Biological Assessment 38. Conservation International, Washington, DC, USA. 155p.

ICMBio. 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 29, de 05 de setembro de 2012. Disciplina, no âmbito do
Instituto Chico Mendes, as diretrizes, requisitos e procedimentos administrativos para a elaboração e aprovação de Acordo de Gestão em Unidade de Conservação de Uso Sustentável
federal com populações tradicionais. Diário Oficial da União, Brasília, 10 de setembro de 2012,
nº 175, Seção 1, p.69. Disponível em:. Acesso em: 6 fev. 2014.

ICMBio. 2013 PORTARIA Nº 179, de 12 de abril de 2013. Dispõe sobre as regras para a pesca na
porção marítima da Reserva Extrativista de Cassurubá e de sua Zona de Amortecimento,
localizada no Extremo Sul da Bahia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 15
de abril de 2013, Seção 1, p.116. Disponível em: ories/legislacao/Portaria/2013/p_icmbio_179_2 013_regulamenta_pescamarinha_resexcassurub
%C3%A1_sul_ba.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2014.

LEÃO, Z.M.A.N. e KIKUCHI, R.K.P. 2001 The Abrolhos reefs of Brazil. Coastal Marine Ecosystems of Latin America, 144: 83-96.

MARTINS, C.C.A.; MORETE, M.E.; COITINHO,M.H.E.; FREITAS, A.; SECCHI, E.R.; KINAS, P.G. 2001 Aspects of habitat use patterns of humpback whales in the Abrolhos Bank, Brazil breeding ground. Memorois of the Queensland Museum, 47: 563-570.

MILLER JR, R.G. 1997 Beyond ANOVA: basics of applied statistics. CRC Press. 319p.

MPA - MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA,2011 Boletim Estatístico da Pesca e Aquicultura
2011. 60p. Disponível em:
Acesso em: 20 de jan. 2014.

MPA - MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA.2012 Boletim do Registro Geral da Atividade
Pesqueira – RGP 2012. 46p. Disponível em:. Acesso em: 20 jan. 2014.MMA – MINISTÉRIO DE MEIO AMBIENTE. 2004

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14, de 14 de outubro de 2004. Diário Oficial da União, Brasília,
15 de outubro de 2004, Seção 1, p.76. Disponível em: download=2476%3A0142004-.p> Acesso em: 20 jan. 2014.

NOBRE, D.M. e SCHIAVETTI, A. 2013 Acordos de pesca, governança e conselho deliberativo de
reserva extrativista: caso da RESEX de Cassurubá, Caravelas, Bahia, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, 39(4): 445-455.

OSTROM, E. 1990 Governing the commons: The evolution of institutions for collective action. Cambridge University Press. 280p.

PÉREZ-RAMÍREZ, M.; PHILLIPS, B.; LLUCHBELDA, D.; E LLUCH-COTA, S. 2012 Perspectives for implementing fisheries certification in developing countries. Marine Policy, 36(1): 297-302.

PROZEE 2006 Monitoramento da atividade pesqueira no litoral do Brasil. Relatório Técnico
Final. Fundação PROZEE, Brasília, DF. 328p

QUINN, T.J.; HOAGS, S.H.; SOUTHWARD, G.M.1982 Comparison of two methods of combining
catch-per-unit-effort data from geographical regions. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic
Science, 39: 837-846.

R Core Team 2014 R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. URL:http://www.R-project.org/

SANTOS, M.C.F. e IVO, C.T.C. 2000 Pesca, biologia e dinâmica populacional do camarão sete-barbas,Xiphopenaeus kroyeri (Heller, 1862) (Crustacea:Decapoda: Penaeidae), capturado em frente ao município de Caravelas (Bahia-Brasil). Boletim Técnico Científico CEPENE, 8(1): 131-164.

SANTOS, M.C.F. e SILVA, C.G.M. 2008 Aspectos biológicos do camarão sete-barbas, Xiphopenaeus
kroyeri (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda,Penaeidae), no município de Caravelas (Bahia –
Brasil). Boletim Técnico Científico CEPENE, 16:85-97.

SANTOS, M.D.C.F.; BRANCO, J.O.; BARBIERI, E.2013 Biologia e pesca do camarão sete-barbas
nos estados nordestinos brasileiros onde não há regulamentação do período de defeso. Boletim
Instituto de Pesca, 39(3): 217-235.

TUKEY, J. W. 1949 Comparing individual means in the analysis of variance. Biometrics, 5(2): 99-114.

WATSON, R.A.; DIE, D.J.; RESTREPO, V.R. 1993 Closed seasons and tropical penaeid fisheries: a
simulation including fleet dynamics and uncertainty. North American Journal of Fisheries Management, 13(2): 326-336.

WILEN, J.E.; CANCINO, J.; E UCHIDA, H. 2012 The Economics of Territorial Use Rights Fisheries, or
TURFs. Review of Environmental Economics and Policy, 6(2): 237-257.
Published
2018-07-16
How to Cite
VIANA, Daniel Fadigas; CAMARGO, Eduardo; DUTRA, Guilherme Fraga. Economic evaluation of the seabob shrimp, Xiphopenaeus kroyeri (HELLER, 1862), fisheries in Caravelas - BA, Brazil. Boletim do Instituto de Pesca, [S.l.], v. 41, n. 2, p. 419 - 428, july 2018. ISSN 1678-2305. Available at: <https://pesca.sp.gov.br/boletim/index.php/bip/article/view/41_2_419-428>. Date accessed: 13 aug. 2022.
Section
Short Communication